Caldeirão do Mion Djavaniou e arrasou!

Lúcia Corrêa
4 Min Read
Djavan no Caldeirão do Mion. Foto: Globo/Trouva

Djavan é trilha sonora das nossas vidas, sem dúvida alguma. E poder ver os incontáveis clássicos do cantor e poeta, ao vivo, no palco do Caldeirão do Mion nesse sábado (28), foi mesmo um presentaço, antes mesmo do Natal. O artista alagoano foi a única atração, em forma de homenagem, na comemoração de dois anos do programa comandado pelo Mionzeira, na TV Globo.

- Continua após a publicidade -

Diante de uma plateia lotada de famosos – bem nos moldes do show de Roberto Carlos no Fim de Ano – Djavan, com a jovialidade de seus 74 anos de idade, e os quase 50 de sucessos nas paradas, ar-ra-sou no palco. Ele encantou, tanto a plateia vip como a nós, mortais, de casa, com sua voz indefectível e o charme de suas dancinhas.

Lúcio Mauro Filho, integrante da banda do Caldeirão , foi quem escolheu as músicas que entraram no setlist de Djavan. Sucessos como Eu Te Devoro e Lilás foram programados no repertório do artista. Entre a interpretação de uma música e outra, o artista relatou, em conversa com Mion e Lúcio Mauro Filho, a origem daquela letra. A canção “Oceano”, por exemplo, Djavan contou que o papel com parte da letra estava jogado de lado em casa com outras anotações. Aí, uma de suas filhas questionou por que aquela letra – que ela considerou ótima – estava no lixo. Diante do toque, o manuscrito teve maior atenção de seu autor, que a colocou em uso e a música estourou nas paradas de sucesso.

- Continua após a publicidade -

A plateia no estúdio do programa Caldeirão do Mion foi um capítulo à parte. Lá estavam eles, tietando, chorando e cantarolando os hits de seu ídolo, medalhões como Lília Cabral, Claudia Ohana, Diogo Almeida, Xande de Pilares, Alexandre Borges, Lucy Alves, Dira Paes, Martnália, Paulo Lessa, Marvvila, Juliana Alves, Banda Melim , entre outros.

O tímido Djavan nunca esteve tão soltinho num palco televisivo onde ele pouco pisa, como disse: “Faço pouco televisão porque sinto um pouco de incômodo, mas aqui eu tô feliz.” Djavan até contou histórias peculiares e divertidas de sua vida:
“Fui na Paraiba e estava procurando um lugar para comer, pois estava com fome (…) Tinha um restaurante com um cantor tocando, teve uma música minha, e o cantor era igual a mim e vestido com uma roupa que eu tinha acabado de me apresentar na tevê. (…) ele veio me cumprimentar e quando chegou perto de mim era uma mulher, igualzinha a mim. Achei aquilo incrível”.

- Continua após a publicidade -

Em outro momento do programa, Marcos Mion mostrou vídeos de crianças fazendo perguntas divertidas e de difíceis respostas para Djavan, como essas:

“Por que Deus fez farinha láctea e deu pros dinossauros?”, questionou uma menina referindo-se a letra, mal compreendida por ela, da música “Eu Te Devoro”, que na verdade diz: “Tudo que Deus criou pensando em você… Fez a Via-Láctea, fez os dinossauros…”

- Continua após a publicidade -

Outra garotinha mandou essa: “Djavan, se você fizesse música eletrônica o seu nome seria DJ Avan?

No final do programa, o cantor, emocionado, falou sobre a experiência de participar do Caldeirão: “Foi uma das tardes mais incríveis que eu vivi”.

- Continua após a publicidade -

Foi mesmo uma tarde incrível, não só para Djavan, como para nós, fãs desse grande talento da MBP, cujas letras poéticas ficarão para sempre na playlist de quem gosta de uma boa música.

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
3 Comments

Deixe uma resposta