Rainer Cadete é ator que se entrega para personagens que exigem várias facetas

Redação
3 Min Read

Você pode até questionar o texto de Walcyr Carrasco e a forma como ele conduz a história da novela das 21h30 da Globo, mas não pode deixar de reconhecer que Terra e Paixão tem um elenco de alto nível capaz de garantir excelentes cenas e as mais diferentes emoções. Tony Ramos é perfeito. No capítulo desta quinta-feira deu um show, principalmente na cena em que o delegado da Polícia Federal se vê obrigado a libertá-lo após um “pedido de um político”. O caminho adotado pelo ator foi brilhante. Tem também Glória Pires que não deixa por menos, ainda mais agora como a grande vilã, a mulher que não vai medir esforços para vingar a morte do filho. Débora Falabella traz todo um sofrimento para a sua Lucinda, que se submete a uma relação tóxica para manter o casamento. Não para nesses três exemplos. Tem Leona Cavalli, Agatha Moreira, Paulo Lessa, Cauã Reymond e Tatiana Tibúrcio. Sem falar de Diego Martins e Amaury Lorenzo, respectivamente Kelvin e Ramiro, que conquistaram o telespectador.

- Continua após a publicidade -

n

Neste grande elenco, também está Rainer Cadete, que como o falso italiano Luigi tem roubado facilmente a cena. O ator consegue dar a medida certa entre o humor e o drama e é capaz de seduzir o telespectador a ponto deste, mesmo sabendo de sua tentativa de golpe, defendê-lo e acreditar que há uma boa intenção em suas atitudes. Quem assiste a novela tem a impressão que Rainer está brincando neste trabalho, se divertindo a cada momento inusitado criado pelo autor e, diante disso, Walcyr Carrasco devolve com novas cenas que exigem cada vez mais do ator. No capítulo desta quinta-feira, Luigi tentou convencer o juiz a assinar a soltura de Antônio com uma ópera. E Rainer foi bem. Entregou alto este momento. Logo na sequência, sai o “pilantra divertido” e entra o golpista que envia uma lista secreta de contatos políticos para Anely, um elemento a mais para facilitar o que esse falso italiano foi fazer nas terras de Antônio.

- Continua após a publicidade -

n

Rainer Cadete é esse tipo de ator que está pronto pra tudo e que vai muito bem nos personagens que fogem do lugar comum e que exigem uma construção diferenciada e mais aprofundada. Um golpista exige muitas camadas. Precisa ser esperto, bom papo, sedutor, ligeiro e divertido. Conseguiu!

- Continua após a publicidade -

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta