2024 será caro para o SBT, mas atende todas as expectativas do comercial

Nos bastidores da emissora são muitos os que afirmam que o departamento comercial foi fundamental nesse processo

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Logo SBT

O SBT não ficará em férias por muito tempo. As produções dos principais programas entram em recesso na próxima semana. As equipes do Domingo Legal, Eliana, Programa Silvio Santos, Programa Raul Gil e Programa do Ratinho voltam em janeiro para preparar a temporada 2024 de cada atração. Alguns deixaram edições inéditas, como pedido pelo alto comando do SBT. Outros irão de reprises ou mistura com conteúdo inédito.

- Continua após a publicidade -

Mas, janeiro não será um mês parado no SBT. Muito menos a última semana de 2023. Há muita coisa para preparar para que a nova grade estreia em fevereiro, logo após o carnaval. Faltam algumas contratações, formação do elenco das revistas eletrônicas, aprovação de pilotos e ajustes necessários nos projetos. Além disso, haverá o reforço dos times que atuam nos bastidores, uma vez que já se viu que não adiantará somente realocar o pessoal que atua no SBT.

Novos desafios e mais empregos

Durante a festa de confraternização do SBT, Daniela Beyruti falou dos desafios de 2024 e deixou bem claro que a emissora vai gerar novos empregos, num mercado que retraiu muito nos últimos anos. A melhor notícia de todo esse processo de reconstrução do SBT, afinal para realizar na TV é fundamental profissionais qualificados. Mas, tem um outro lado dessa declaração. Nos bastidores da Anhanguera há quem afirme que a conta do ano que vem aumentou bastante e, por isso mesmo, o departamento comercial será fundamental.

- Continua após a publicidade -

O comercial do SBT passou por ajustes nos últimos meses e a ordem por lá é a proatividade.  Na equipe todos já sentiram a responsabilidade depositadas no departamento, afinal o artístico e a produção já criaram produtos para oferecer ao mercado publicitário e muito do desenhado até aqui atendeu a pedidos do comercial a partir de pesquisas do que o público quer e de sondagens com os anunciantes. Ou seja, desta vez ninguém poderá dizer que não vendeu porque o programa não atendia as expectativas. Segundo fontes da Coluna do Vannucci, nunca o comercial e o marketing estiveram tão presentes nas decisões tomadas pelo alto comando do SBT.

Inscreva-se

TAGGED: , ,
Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta