Arquivo A mostra a diversidade cultural na periferia do Brasil

Rafaela Lourenço fez a reportagem da TV Aparecida

Lúcia Corrêa
2 Min Read
Arquivo A: Reprodução/ TV Aparecida

O Arquivo A desta quinta-feira (13), às 21h, entra no ambiente da cultura na periferia. A jornalista Rafaela Lourenço entrevista personagens que se destacam na música, dança, arte, moda, entre outros tópicos nesse ambiente popular com sua infinidade de expressões artísticas.

- Continua após a publicidade -

A reportagem da TV Aparecida traz um contexto histórico sobre a trajetória das favelas na cidade de São Paulo e como a cultura se revelou como uma ferramenta de denúncia, em meio ao aumento do desemprego e da criminalidade, principalmente na década de 1990. A arte surgiu como pacificação e união, se tornando um grande potencial transformador, que segue até os dias atuais.

Uma das expressões mostradas no programa é a cultura hip hop. Essa arte, que tem grande força nas favelas do Brasil, seja através do rap, breaking, grafite e discotecagem. Rafaela Lourenço entrevista artistas da dança do breaking, que virou esporte olímpico, estreando nas Olimpíadas de Paris, em 2024. A reportagem ainda destaca a cultura da dança do passinho, que se popularizou com o funk nas favelas do Rio de Janeiro.

- Continua após a publicidade -

Outro ponto abordado é a história do grafite. Pelas cidades, é comum observar nos muros e prédios os traços que são parte de uma linguagem artística universal. A arte na moda também é pauta, mostrando o trabalho da Afroperifa, que é mais do que roupas, mas também valorização do público preto periférico.

E por fim, o programa explica o universo das poesias do SLAM, que ajuda a fomentar a literatura, poesia, trabalho autoral e a interatividade dos artistas. E também mostrar a produção de audiovisual e música instrumental na periferia.

- Continua após a publicidade -

O Arquivo A vai ao ar nas quintas-feiras, às 21h.

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta