“É muito doloroso. Você tem que buscar força que desconhece”, desabafa Patrícia Poeta sobre fake news

Apresentadora falou sobre o crime de postar e compartilhar informações falsas

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Patrícia Poeta desabafa durante o Encontro
Patrícia Poeta foi direto ao assunto: "você que compartilha é responsável".Reprodução Globo

Patrícia Poeta fez um grande desabafo na abertura do Encontro desta quinta-feira. A apresentadora falou sobre a irresponsabilidade de quem cria e compartilha Fake News. O depoimento (assista aqui) aconteceu após o G1 trazer como destaque os desdobramentos da investigação sobre a morte de Jéssica, que se matou após uma onda de ódio nas redes sociais. Perfis de fofoca no Instagram e no X espalharam que a jovem estava num relacionamento com o humorista Whindersson Nunes e publicaram falsas conversas entre os dois, que negaram qualquer envolvimento.

- Continua após a publicidade -

“Eu fui vítima de Fake News em 2022 e é muito doloroso. Mas, você tem que buscar uma força que você até desconhece”, disse Patrícia Poeta ao comentar a notícia. Antes do caso Jéssica, o G1 destacou no Encontro a morte de PC Siqueira, que sofria de depressão e há anos sofria ataques nas redes, mesmo depois que foi provado que o Youtuber não havia cometido nenhum crime e muito menos pesquisou sobre pedofilia.

“Você que compartilha tenha senso de responsabilidade. Isso é crime. No mínimo você está ajudando a deprimir alguém”, pontuou a apresentadora do Encontro.

- Continua após a publicidade -

Importantes discussões

As mortes de Jéssica e de PC Siqueira trazem à tona algumas discussões importantes. A primeira é a necessidade de se combater de forma eficiente a criação e proliferação de fake news. E aqui todos nós temos responsabilidade e podemos contribuir ao não seguir perfis que não respeitem a verdade e não checam as informações. Nesse sentido, devemos também denunciar esses perfis. É importante também trazer para a conversa o desenvolvimento de uma lei que crie responsabilidades e regulamente essa área para que novos crimes não aconteçam. E aqui o crime é bem claro: divulgação e compartilhamento de informações falas.

Outra discussão muito importante é sobre saúde mental. Precisamos combater o preconceito que há com a depressão e as pessoas que enfrentam esse problema. E precisamos ter mais empatia. Precisamos ajudar, confortar, dar a mão e trazer para próximo. O desabafo de Patrícia Poeta veio nesse sentido!

- Continua após a publicidade -

Inscreva-se

TAGGED: ,
Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta