Magrão era muito mais do que um apaixonado pela TV

Roberto Manzoni faleceu aos 74 anos de idade e foi um dos responsáveis pelo sucesso do Viva a Noite e Domingo Legal

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Roberto Manzoni, o Magrão
Magrão dirigiu o Domingo Legal, Sabadão e Viva a NoiteReprodução internet
O que você encontra na matéria

O diretor Roberto Manzoni, o Magrão, morreu na noite desta quinta-feira (9), aos 74 anos de idade. E não demorou muito para amigos e profissionais da televisão publicarem mensagens em redes sociais com despedidas ao Magrão, como era conhecido. “Foi um cara que respirava TV. Sabia muito. Construiu muito …Colocou muitos tijolos no SBT”, relatou Fernando Pelégio, companheiro de emissora por muitos anos. “Diretor de tantos programas que amamos no SBT, ele sabia como ninguém dar vida a um programa de auditório”, escreveu Celso Portiolli no Instagram.

- Continua após a publicidade -

Os textos de Fernando Pelégio e de Celso Portiolli contam muito sobre Magrão. Era um homem que viveu tão intensamente a televisão que dava a impressão de sempre estar presente nos estúdios e de jamais descansar. Era um apaixonado pela TV e gostava da adrenalina de um programa de auditório ao vivo, de ser pautado pela reação do telespectador a partir do minuto-a-minuto que o aparelhinho do Ibope apontava. Magrão teve um papel importante no início do SBT, quando a rede começava a surgir e a TVS do Rio de Janeiro mostrava a linha que a televisão de Silvio Santos adotaria. Logo depois, já estaria em São Paulo.

Uma conversa e muita história

No decorrer de minha carreira pude entrevistar Magrão algumas vezes, sempre em lançamento de programa ou de alguma novidade. Mas, teve uma conversa que guardo até hoje. Foi na época em que ele apresentava o Poderoso Magrão na TV Gazeta (2005 -2006). Eu iniciava minha trajetória de 11 anos no Todo Seu. O bate papo começou no elevador. Falamos um pouco sobre as notícias da TV daquela semana, de personalidade de artistas e da história do SBT. E claro, de tudo o que Magrão fez no início de sua carreira. Mas, a conversa continuou animada na Sala Vip da emissora. O relato apaixonado, vibrante. Televisão pulsava em seu peito. Então, só paramos de falar quando a produção veio nos lembrar que precisávamos entrar no estúdio.

- Continua após a publicidade -

Carreira

Magrão começou sua carreira nos anos 1970 na equipe do Programa Silvio Santos, onde era responsável pelo Domingo no Parque. Logo depois, quando surgiu a TVS no Rio de Janeiro, foi deslocado para a cidade para comandar os profissionais que ali atuavam. Dirigiu o Viva a Noite (1982 – 1992) com Gugu Liberato e Gilmelândia, assim como o Domingo Legal, tanto sob comando de Gugu, quanto de Celso Portiolli, e o Sabadão. Na Band, foi o diretor do Jogo da Vida, atração de Márcia Goldschimidt.

Inscreva-se

TAGGED: , ,
Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta