Novelas sempre vão impactar o público! Cena de Vai na Fé prova isso!

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read

O encontro de Wilma com Glória Perez, João Emanuel Carneiro e Walcyr Carrasco num restaurante no Rio de Janeiro ganhou as redes sociais desde que a cena foi exibida no capítulo de sábado de Vai na Fé. E ainda é assunto entre os noveleiros e telespectadores. A ficção foi usada para prestar uma grande homenagem aos autores de novelas, aqueles que criam tantas vidas, nos emocionam, ajudam a transformar o mundo através das histórias que levam todos os dias até a casa de milhares de brasileiros.

- Continua após a publicidade -

Foi um texto cheio de emoção, brilhantemente interpretado por Renata Sorrah. Um texto que, em pouco mais de três minutos, mostrou o quanto nos envolvemos com as novelas a ponto de guardar na memória trechos de diálogos, frases marcantes e cenas que entraram para a história. Wilma foi ao restaurante para comemorar o sucesso de seu filme e, como atriz, não resistiu à oportunidade de aplaudir publicamente “aquele trio que enfeitiça o Brasil”.

Glória, Walcyr e João possuem estilos diferentes e já assinaram muitos sucessos, assim como também foram questionados e avaliados pelos telespectadores e crítica especializada. E entre altos e baixos entraram para a história da televisão brasileira com suas histórias. A cena com Wilma foi uma grande homenagem ao principal produto da nossa indústria de entretenimento e aos seus criadores. Os três autores que aparecem na cena representaram muitos outros.

Em seu perfil no Instagram, Rosane Svartman agradeceu a Mario Viana, roteirista que escreveu a cena, e Paulo Silvestrini, que dirigiu esse momento, além, é claro, de Renata Sorrah. A autora de Vai na Fé acaba de lançar um livro (sua tese no doutorado) sobre o futuro da telenovela no mundo. Durante uma participação na live no canal No Play News, no Youtube, Rosane reforçou que, enquanto as histórias criadas possuírem relevância e temas que mobilizem a sociedade, as novelas terão grande público.

Aliás, não há como não aplaudir Renata Sorrah por seu trabalho em Vai na Fé. Wilma foi um presente ao telespectador e trouxe à história de Vai na Fé outra camada de reflexões sobre a vida e o quanto somos produtivos em qualquer faixa etária. Se essa cena de repetir daqui a alguns anos, com certeza terão que incluir Rosane na mesa com os autores e incluir alguma frase de Wilma.

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta