O desafio de ser o “Melhor da Noite”

Walfredo Jr.
5 Min Read
melhor da noite, band, estreia
Glenda Kozlowsky e Zeca Camargo na estreia do Melhor da Noite

Colocar um programa diário no horário nobre e ao vivo é um desafio para qualquer emissora. Misturar entretenimento, show e informações jornalísticas requer uma estrutura e principalmente, altos investimentos. A Band tem como objetivo se firmar no horário das 20h30 às 22:00, que por anos foi alugado para uma igreja, e desde 2022, em uma manobra ousada, escalou Fausto Silva para a faixa. O apresentador deixou a emissora no final de maio e a última edição do Faustão na Band foi exibida na sexta-feira.

- Continua após a publicidade -

O desafio do “Melhor da Noite” é manter uma atração de qualidade, atrativa e fidelizar o público que, de certo modo, fica órfão do antigo formato, além de enfrentar a concorrência de quatro novelas e jornais na faixa. Cabe lembrar, que esta mesma faixa no passado, a própria Band teve êxito com programas de auditório e digamos que “descolados” como o H de Luciano Huck, O Positivo de Otaviano Costa e o Descontrole com Marcos Mion.

Ao escolher Glenda Kozlowski e Zeca Camargo, que chegaram a emissora do Morumbi em 2020, vindos da TV Globo, aposta em uma dupla interessante. Glenda sempre foi uma referência em programas esportivos e transmissões do segmento e faz esta migração para o auditório e show. Já Zeca, jornalista por excelência, tem uma bagagem extensa de programas de auditório, game show, revistas eletrônicas e reality shows. Pode até soar estranho essa junção, porém tem tudo para dar certo. Os dois, popularmente conhecidos, são simpáticos no vídeo e trazem suas experiências em cada área para somar e transformar nessa nova empreitada.

- Continua após a publicidade -

O primeiro programa fez uma conexão com os apresentadores do Jornal da Band, que fizeram uma escalada especial dos principais assuntos da estreia. O cenário clean e contornado por telões de última geração dão o tom de modernidade e mudam as cores conforme o assunto, tema ou atração, com o amarelo e roxo predominantes. Paulo Ricardo foi o musical da noite e cantou vários sucessos da sua carreira. O espaço destinado, lembra em tese o do “Encontro”, com o cantor ao centro e a plateia separada nas duas laterais, essa que foi composta por funcionários do Grupo Bandeirantes.

Logo na abertura, Faustão foi lembrado e ovacionado pelo seu legado. Com o nome do apresentador e sua internação em evidência, a Band aproveitou a estreia para lançar a campanha “Doe Órgãos Doe Vida” em colaboração com o Ministério da Saúde. Foi um acerto da produção destacar com cautela o momento delicado do apresentador, lançar a campanha, contar com a participação da ministra Nísia Trindade, da pasta da saúde, e Márcia, que foi a primeira mulher do Brasil a receber um transplante de coração, há 27 anos.

- Continua após a publicidade -

Outras reportagens foram apresentadas. O festival de camarão em Afuá, no Pará, foi destaque e como a cidade das bicicletas. Outra, diretamente de Paris, contou várias histórias da criação de pais e filhos e até onde a proteção ou aprisionamento pode interferir nas relações afetivas, fazendo uma direta ligação com o caso de Larissa Manoela que está em evidência há algumas semanas. Teve interação com as afiliadas da Band pelo Brasil, link na China e o nascimento da bebê Amélia. O elenco do Perrengue, que também estreou novo formato em seguida, se fez presente, assim como um bloco de esporte.

Atropelamentos de falas, áudios que falharam em algum momento, erros de operação no telão e nervosismo foram presentes nesta estreia. Mas tudo isso é natural em um programa que está começando e principalmente ao vivo. Voltamos ao início deste texto: o desafio é manter um programa atrativo, informativo e qualitativo. Com o passar das semanas, veremos no vídeo como Glenda e Zeca irão se comportar e dividir esse espaço para dois apresentadores que precisam estar em sintonia.

- Continua após a publicidade -

Boa sorte para vocês!

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta