Quem assiste televisão no Brasil?

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
4 Min Read

A televisão brasileira é feminina e mais velha do que muita gente imagina. 56% do público que assiste a novelas, jornais, séries, programas de variedades e realities é formado por mulheres. Segundo o Kantar Ibope, no Painel Nacional de Televisão (PNT) os homens formam 44% da plateia da TV.

- Continua após a publicidade -

Levantamento obtido com exclusividade pela Coluna do Vannucci aponta que no Brasil inteiro 28% do público da televisão é de pessoas com mais de 60 anos de idade. 24% estão entre 35 a 49 anos, 16% entre 50 a 59 anos e 13% entre 25 e 34 anos de idade. A pesquisa mostra que crianças e adolescentes estão cada vez mais longe da televisão, uma vez que apenas 8% do público é formado por pessoas entre 4 a 11 anos de idade, 6% entre 18 e 24 anos e apenas 5% entre 12 e 17 anos de idade.

Em todas as grandes redes de TV as mulheres representam a maior fatia de público. Na Globo elas somam 61% e os homens apenas 39%. No SBT são 59% de mulheres e 41% de homens. Na Record, o público feminino corresponde a 58% e o masculino a 42%. A Band é uma exceção. Associada à época em que era conhecida como a Emissora dos Esportes e com várias atrações sobre futebol em sua grade, a Band tem 61% de homens em seu público e apenas 39% de mulheres. Já no streaming o equilíbrio é maior, com 52% de mulheres e 48% de homens.

- Continua após a publicidade -

Em relação à faixa etária do público de televisão, as pessoas com 60+ são as que mais assistem aos programas, jornais, novelas e realities. Na Globo, 35% do público já passou dos 60 anos de idade, 22% está entre 35 e 49 anos, 19% entre 50 e 59 anos e apenas 11% do público é formado por jovens entre 25 e 34 anos de idade. A Record também tem 35% acima dos 60 anos, 25% entre 35 e 49 anos e 19% entre 50 e 59 anos. No SBT, 30% do público vem da faixa 60+, 23% da entre 35 e 49 anos, 14% entre 50 e 59 anos, 14% entre 25 e 34 % e 8% entre 4 e 11 anos de idade. A Band é a que tem a maior fatia acima dos 60 anos. 39% do público está na faixa 60+, 23% entre 35 e 49%, 19% entre 50 e 59 anos e 10% entre 25 e 34 anos. E um detalhe chama a atenção. Na Band apenas 4% do público é formado por pessoas entre 18 e 24 anos de idade. Ou seja, é a que está mais longe dos jovens.

No streaming o recorte por faixa etária é bem diferente. A maior fatia está entre 35 e 49 anos de idade e representa 23% do público. 18% são de pessoas entre 25 e 34 anos, 15% entre 4 e 11 anos, 13% estão no 60+, 12% entre 50 e 59 anos, 9% entre 18 e 24 anos e 8% entre 12 e 17%. As plataformas digitais são as que mais possuem público jovem.

- Continua após a publicidade -

Na média do Painel Nacional de Televisão (PNT), 33% do público pertence a classe AB, 26% a C2, 21% a C1 e 19% a DE. Esses são números que a Coluna do Vannucci recebeu são relativos ao consumo de televisão aberta e fechada e streaming durante o mês de setembro de 2023.

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta