Globo e Globoplay já sabem como será 2024

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Globo, logo
O que você encontra na matéria

A Globo já tem boa parte da programação do ano que vem desenhada e em desenvolvimento orçamentário, processo onde os responsáveis pela direção e produção de cada atração desenvolvem o cronograma de trabalho e colocam em planilhas todo o planejamento e ações que mostrarão sua viabilidade financeira e as possibilidades comerciais. Estão em pré-produção para 2024 programas, novelas, séries, talk shows, games, realities e musicais que serão exibidos na TV aberta, Globoplay e os diversos canais pagos, entre eles GNT, Multishow e Viva.

- Continua após a publicidade -

NOVO FORMATO

Não é de hoje que a Globo faz um planejamento integral de suas atrações porque não há mais restrições de exibição e a ideia é potencializar ao máximo o ganho de cada programa ao colocá-lo, em momentos diferentes, em todas as plataformas. É o que chamam de vida útil de uma atração. Por exemplo: uma novela tem seus 160 capítulos exibidos pela Globo em sinal aberto e, simultaneamente, no Globoplay. Após seu último capítulo, ela será vendida ao mercado internacional e, algum tempo depois, estará livre para ser exibida no Viva ou no Vale a Pena Ver de Novo, podendo voltar à plataforma digital embalada como um especial. Portanto, a história desenvolvida tem que estar atual e ser forte por um longo tempo de vida. Ou um programa, como é o caso do “Que História é Essa, Porchat?”, que começa no GNT, fica disponível no Globoplay, é exibido na Globo e entra em reprise no próprio GNT, além de ir para outras plataformas digitais.

MAIS PARCERIAS

Dentro deste planejamento para 2024, o alto comando do entretenimento da Globo analisou muitos projetos que chegaram à emissora através de produtoras externas, que se transformam em parceiras no desenvolvimento de programas, principalmente para os canais da TV por assinatura. A Porta dos Fundos, por exemplo, é a responsável pelo “Que História é Essa, Porchat?”, a A Fábrica produz o “Vai Que Cola” e a Endemol assina o Masked Singer Brasil e No Limite. Nesses casos, a Globo entra com os artistas e tem um diretor artístico para supervisionar o trabalho e garantir o padrão dos canais do grupo de comunicação.

- Continua após a publicidade -

O anúncio oficial da grade 2024 só deve acontecer mais no final do ano, mas, as equipes começarão a receber o sinal verde para a produção de seus projetos já nas próximas semanas. Entretanto, o telespectador acompanhará na Globo, GNT, Multishow e Viva a chegada de algumas atrações, todas que já haviam sido aprovadas no planejamento anterior.

 

- Continua após a publicidade -

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta