Domingão com Huck erra, mas também acerta

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Apresentação Batalha Lip Sync
Carmo Della Vecchia dubla Madonna no Domingão com Huck

Um programa de televisão é feito de acertos e erros e devo acreditar que, o que não sai da melhor forma, se transforma em ensinamentos que nos levam a corrigir processos, produção e decisões. O Domingão com Huck deste fim de semana é um bom exemplo da frase que abriu este texto: acertou em muitos pontos, mas errou ao não deixar explícito o beijo no final da apresentação de Carmo Della Vecchia na Batalha do Lip Sync.

- Continua após a publicidade -

Neste domingo, numa das rodadas da Batalha do Lip Sync, Carmo Della Vecchia reproduziu a performance de Madonna no VMA de 2003, em que encerrou o número beijando Christina Aguilera e Britney Spears. Os atores Amaury Lorenzo e Diego Martins, que dão vida, respectivamente, a Ramiro e Kelvin em Terra e Paixão, a novela das 21h da Globo, participaram da apresentação e incorporaram as cantoras. No final, o público só viu Carmo aproximando-se para o beijo em Amaury, momento em que houve o corte para a reação dos jurados e de Tiago Abravanel, seu concorrente no quadro.

Ao não mostrar o beijo no final da dublagem de Carmo Della Vecchia, o Domingão com Huck deixou claro que a equipe não quis correr o risco de enfrentar as críticas de um público mais conservador. Mas, na internet foram muitas as reclamações pela censura numa apresentação que simplesmente reproduzia algo que já aconteceu. Se era para cortar o beijo entre dois homens que representavam dois ícones da música e não gerar polêmicas, era muito melhor escolher outro show para ser reproduzido.

- Continua após a publicidade -

O Batalha do Lip Sync está consolidado no Domingão do Huck, garante bons índices de audiência e tem se mostrado uma competição gostosa, divertida, envolvente e cheia de recursos artísticos. No geral, mais acerta do que erra. E que a repercussão negativa ao corte ao beijo sirva de lição.

Do outro lado, acertos.

Já a apresentação de Tiago Abravanel dublando seu avô, o apresentador Silvio Santos, foi um dos acertos desta edição do Domingão com Huck e mostrou que já foi a época em que a emissora líder ignorava qualquer artista que não fosse seu contratado, como se não existissem as concorrentes.

- Continua após a publicidade -

A conversa com Amaury Lorenzo e Diego Martins, intérpretes de Ramiro e Kelvin, com direito a depoimentos de familiares e de Walcyr Carrasco foi outro grande acerto do programa. O quadro mostrou a importância do apoio da família em todos os aspectos da vida e do acolhimento que começa em casa. Mostrou também que o sucesso não é individual, mas que é o resultado de uma química entre dois profissionais que lutam numa área de extrema competição.

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta