GNT quer reconquistar seu espaço

Astrid Fontenelle terá programa próprio e canal quer estrelas da Globo em sua tela

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
4 Min Read
Fátima Bernardes em seu programa no GNT
Fátima Bernardes é uma aposta do GNT para atrair mais públicoDivulgação GNT

A saída de Astrid Fontenelle do comando do Saia Justa, semanal do GNT, já era um assunto tratado há um bom tempo nos bastidores da Globo. Os responsáveis pelos programas de variedades do grupo Globo estão de olho nos resultados das últimas mexidas no canal e a necessidade de renovação dos programas que estão na grade. São dois movimentos independentes, mas que de certa forma se completam e levaram à saída da apresentadora do programa.

- Continua após a publicidade -

O Saia Justa estreou em 2002 sob comando da jornalista Mônica Waldvogel, que ficou na apresentação do programa até 2012. Ou seja, por 10 anos. Ela foi substituída por Astrid Fontenelle, que assumiu a atracão em 2013. Logo, 10 anos se passaram. Portanto, a troca de comando do programa acontece novamente com uma década de apresentação.

Muitos olhares femininos

A primeira formação do Saia Justa contou com Mônica, Rita Lee, Marisa Orth e Fernanda Young, que trouxeram ótimas discussões sob o olhar feminino. Mas, ao longo do tempo, como era de se esperar, trocas aconteceram e pelo programa passaram Marina Lima, Márcia Tiburi, Betty Lago, Luana Piovani, Maite Proença, Ana Carolina e Soninha Francine. Também integraram o Saia Justa Christiane Fernandes, Camila Morgado, Maria Fernanda Cândido, Mônica Martelli, Bárbara Gancia, Maria Ribeiro, Pitty, Taís Araújo, Gaby Amarantos, Larissa Luz e Sabrina Sato. Agora, Luana Xavier, Bela Gil e Gabriela Prioli estão ao lado de Astrid.

- Continua após a publicidade -

Os nomes acima mostram quantos olhares diferentes nos trouxeram reflexões nesses últimos 20 anos. E, confesso, aprendi com cada uma dessas mulheres. Você deve ter a sua temporada preferida, mas não há como negar que sempre foi impactado de alguma forma.

Novas atracões e estrelas

A saída de Astrid Fontenelle do Saia Justa para se dedicar a um programa autoral traz outra informação importante sobre o GNT. O canal precisa reconquistar uma relevância que já teve em anos anteriores. O GNT sempre foi uma referência para o público da TV por assinatura, mas perdeu posições no ranking de audiência. Ela já não aparece entre os 10 mais assistidos. Isso aconteceu em parte porque algumas apostas só renovaram a linguagem, mas não conquistaram o público. As estrelas que são referência para o assinante se dispersaram entre os novos programas.

- Continua após a publicidade -

Não é por menos que Fátima Bernardes e Paola Carosella foram escaladas pelo canal . E já se fala na presença de Poliana Abritta na grade de 2024. Astrid é outra peça fundamental para levar públio a outras Elas são conhecidas da grande plateia e, principalmente, do mercado publicitário e conversam com os mais jovens e também com aqueles que sempre estiveram à frente do GNT. Será um bom caminho para reconquistar uma posição no TOP 10 da audiência da TV por assinatura, que já tem quatro posições ocupadas por emissoras da TV aberta, uma pelo Viva, outra pelo Sportv e duas por séries.

TAGGED:
Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta