Os primeiros jornais da TV

“Imagens do Dia” estreou em 19 de setembro, uma noite a após a inauguração da TV Tupi.

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
2 Min Read
Câmera da PRF 3 - TV Tupi
As primeiras câmeras da TV Tupi eram utilizadas para todos os programas Reprodução internet

O rádio foi uma das maiores influências da televisão brasileira. Os primeiros profissionais da TV saíram das rádios e levaram muitos elementos e dinâmicas para o novo veículo de comunicação. Locução dos telejornais, das partidas de futebol, interpretação nas novelas e apresentação dos programas bebiam na fonte radiofônica.

- Continua após a publicidade -

Com fortes influências do rádio, o noticiário “Imagens do Dia” estreou em 19 de setembro, uma noite a após a inauguração da TV Tupi. Com locução, redação e produção de Ruy Rezende, o pioneiro telejornal reunia os principais fatos do dia. O jornal mesclava filmes gravados no período da tarde e fotografia que cobriam a narração da notícia. A estrutura era muito simples e a pauta priorizava os eventos que aconteciam em São Paulo, como a Bienal de Artes, estreia de espetáculos teatrais e a chegada de companhias circenses, onde era possível captar imagens em movimento, além de prestação de serviços e temas voltados à família.

O “Imagens do Dia, em muitas ocasiões, recorria a pequenos filmes cedidos pelos consulados que abordavam peculiaridades dos países. A diversidade de assuntos tinha como intenção atender a homens e mulheres e vencer a falta de recursos da época. Fixado às 21 horas na grade da Tupi, o início de sua exibição dependia muito dos atrasos na programação provocados por problemas técnicos ou porque o programa anterior havia estourado o tempo com mais atrações do que o planejado inicialmente. O “Imagens do Dia” ficou no ar até o dia 31 de dezembro de 1951. Substituído em janeiro do ano seguinte pelo “Telenotícias Panair”, noticiário patrocinado pela companhia aérea e apresentado por Toledo Pereira.

- Continua após a publicidade -

Você pode relembrar esta e outras histórias da nossa TV no livro Biografia da Televisão Brasileira. Essa obra está disponível no site da Matrix Editora.

LEIA MAIS

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta