Violência no Brasil em discussão no Provoca

Marcelo Tás recebe um dos maiores especialistas em milícias e PCC

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
2 Min Read
Marcelo Tás recebe Bruno Paes Manso
Bruno Paes Manso analisa com Marcelo Tás a violência no Brasil. Foto: Beatriz Oliveira

A violência no Brasil é um dos temas do Provoca desta terça-feira (31/10). Marcelo Tas recebe Bruno Paes Manso, pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo e autor de diversos livros sobre a atuação das facções criminosas no Brasil. Na pauta da conversa estão a violência policial, milícias e PCC.

- Continua após a publicidade -

Um dos momentos que prometem mexer com o público é quando Tas aborda o trabalho de Bruno no “No Podcast A República das Milícias”. “Eu chego apresentado por pessoas nas quais ele confia, mas na hora pode ter uma tensão. Uma coisa que foi eticamente problemático para mim é que um dos matadores que eu conversava, a gente falou, você me conta das coisas que você faz, mas não fale de crimes que você vai fazer, e em um determinado momento ele falou: ‘olha eu vou ter que sair às 7h30 porque eu vou matar uma pessoa”. Bruno e Marcelo fazem então uma reflexão sobre o motivo pelo qual parte da população apoia as milícias.

A violência policial também faz parte da conversa no Provoca desta terça-feira. “Uma polícia violenta é a semente das milícias, porque muitos homicídios praticados pela polícia são sintomas de descontrole da polícia, e quando a polícia tem carta branca para matar, ela passa a ganhar dinheiro com isso, com drogas, roubo de carro, com outras cenas porque você é uma figura que tem um poder no crime”, explica Bruno Paes Manso.

- Continua após a publicidade -

O Provoca começa às 22h, na TV Cultura.

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta