Ex-BBB Marcos Harter pode passar por transplante de rim

Lúcia Corrêa
2 Min Read
Marcos Harter

Marcos Harter, médico e ex-participante do Big Brother Brasil 2017, da TV Globo, ganhou uma importante vitória na Justiça. Segundo a colunista Fábia Oliveira, do portal Metropoles, no dia 13 de setembro deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo autorizou a realização de um transplante renal para o médico. O órgão, ainda segundo a jornalista, será doado por uma doadora viva e trata-se de uma amiga de Marcos.

- Continua após a publicidade -

Para o transplante intervivos – quando o doador não é pessoa falecida – é necessária a autorização judicial, através de um alvará.

Vale ressaltar que é comum pessoas vivas doarem um rim, porém, isso é mais comum entre parentes, quando há compatibilidade entre as partes. O transplante intervivos de rim não causa prejuízo para o doador, que pode viver normalmente apenas com um rim, assim como o transplantado.

- Continua após a publicidade -

Recentemente intensificou-se no Brasil a campanha de doação de órgãos para transplantes. Isso, após o problema cardíaco de Fausto Silva, que recebeu o coração de um rapaz falecido do Litoral paulista. No caso, porém, a ação refere-se ao apelo por autorização de doação de órgãos de pessoas mortas.

Expulsão do BBB

Após ter sido expulso da edição de 2017 do Big Brother Brasil, Marcos Harter processou a TV Globo. A saída dele foi por suposta agressão à Emily Araújo, com quem tinha um relacionamento no confinamento do reality show. O médico pediu indenização por danos morais pelo abalo de sua imagem e reputação. E no processo, Marcos sustenta que a emissora tomou a decisão passadas 48 horas do desentendimento

- Continua após a publicidade -

Do outro lado, a Globo justificou dizendo que as imagens do desentendimento entre Marcos e Emily foram analisadas pela titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher do Rio de Janeiro, que entendeu haver indícios de agressão e instaurou inquérito policial para apuração.

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta