“Terra e Cuecas”: vale tudo para levantar a audiência?

Jêldeam Álves
3 Min Read
Caio, novela, Terra e Paixão, Globo, cueca
Cai comemora a transa com Aline

A novela Terra e Paixão vem melhorando os índices de audiência no horário nobre da Globo. Ainda está longe de ser um sucesso, mas bem melhor avaliada que sua antecessora Travessia. Acontece que Walcyr Carrasco e a direção de João Paulo Jabur têm apostado nas cuecas dos atores (ou na falta delas) para chamar atenção do público.

- Continua após a publicidade -

A primeira cueca foi Franco (Gil Coelho), o gerente do banco, que sofre uma ‘’streep tortura”, onde o vilão de Antonyo La Selva (Tony Ramos) o obrigava a tirar a roupa em público até que ele contasse quem fez o empréstimo para Aline (Barba Reis).

novela, Terra e Paixão, Globo
Antonio faz ameaças ao gerente do banco

Depois foi a de Rainer Cadete, que dá vida a Luigi, o italiano golpista da trama. Ele percorreu a cidade de Nova Primavera só de cueca, fugindo do namorado de Anely (Tatá Werneck) depois de ter sido pego no flagra no quarto da web striper.

- Continua após a publicidade -
Terra e Paixão, novela, Globo, cueca
Italiano corre de cuecas pelas ruas da cidade

A cueca de maior repercussão até hoje foi a de Cauã Reymond, quando Caio comemorava ter transado com a amada Aline na beira do rio. Realmente uma cena impactante. Cauã só de cueca molhada em cima de uma pedra.

Caio, novela, Terra e Paixão, Globo, cueca
Cai comemora a transa com Aline

Recentemente, como se não bastasse as cuecas, Ramiro (Amaury Lorenzo) esteve quase dois capítulos inteiros nu, um capítulo tomando banho de rio para fazer simpatia de cura gay e outro por ter suas peças de roupas roubadas por Kelvin (Diego Martins) enquanto tomava banho no rio.

- Continua após a publicidade -
Terra e Paixão, novela, cueca, Ramiro
Ramiro corre pelado após banho para “cura gay!

Cenas de sexo não são novidade quando o assunto é apelar para levantar a audiência, mas o diferencial de “Terra e Cuecas” é a paixão pela peça masculina. A direção abusa de closes nas braguilhas e volumes protuberantes que podem ser vistos de relance. Algo pouco usado antes, mas se levarmos em consideração que o público alvo da novela é feminino ou gay, tudo está muito bem pensado.

Não que eu esteja reclamando, já que acho um espaço interessante na televisão para explorar a beleza masculina. Quase uma reparação histórica, pois muitas dessas cenas sensuais nas novelas antigamente só existiam com mulheres. Mas essa apelação realmente vale a pena para alcançar melhores índices de audiência?

- Continua após a publicidade -

Não seria melhor investir em um roteiro mais criativo para fisgar a atenção do público?

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta