Exclusivo: SBT perdeu 65% da audiência de seu auge neste século

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Logo SBT

O SBT vive uma crise de audiência. Ninguém pode negar! Estudo exclusivo obtido pela Coluna do Vannucci mostra que a emissora de Silvio Santos está 65% abaixo de seu auge neste século, que aconteceu em 2001. Naquele ano, a estreia de Casa dos Artistas mobilizou a imprensa e o telespectador e na grade atrações como Domingo Legal, Show do Milhão, Cine Espetacular e A Praça é Nossa incomodavam a Globo, sua grande concorrente.

- Continua após a publicidade -

O estudo exclusivo aponta que o SBT fechou 2001, na Grande são Paulo, em segundo lugar com 25,7% de share. Ou seja, um quarto dos brasileiros assistiam à programação da TV de Silvio Santos. Isso representava 10,9 pontos. Esse ano, o SBT tem 3,9 de média até metade de setembro, o equivalente a 9,0% do público. Os especialistas em números não acreditam que a média mude drasticamente e arriscam dizer que poderá diminuir em função da estreia de A Fazenda, que deve melhorar a média/noite da Record.

O levantamento que a Coluna do Vannucci teve acesso aponta que em 2002 o SBT fechou com 10,2 de média. No ano seguinte, já estava com 8,8 pontos e 20,3% de share. Ensaiou uma recuperação em 2005, mas começou a cair. Em 2015, o SBT conseguiu inverter sua trajetória e por cinco anos ampliou a média anual e o share.

- Continua após a publicidade -

A pandemia foi um golpe cruel no SBT. Em 2020, a emissora fechou com 5,8 de média e 12% de share. Em 2021, a emissora terminou com 5,0 de média e 10,8% de share. E não reagiu mais. Em 2022, sem nenhuma novidade no ar e com o fim do Bom Dia & Cia e Casos de Família, bateu em 4,2 pontos e 9,6% de share. Esse foi o pior resultado nos últimos 22 anos.

E as crianças foram pra onde?

O SBT sempre foi conhecido por ter um público infanto-juvenil cativo e em sua história apresentou inúmeras atrações voltadas a esse telespectador. Festolândia, Sábado Animado, Zapping Zone e Disney Club são alguns deles. Mara Maravilha, Eliana, Angélica, Simony e Sérgio Malandro, além do Bozo e sua turma, criaram o hábito de assistir TV nas crianças. A pesquisa exclusiva que a Coluna do Vannucci teve acesso aponta que atualmente o SBT só tem um terço do público infantil de 2016. É uma queda assustadora e que deixa claro os efeitos de diminuir drasticamente a programação infanto-juvenil.

- Continua após a publicidade -

Inscreva-se

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta