Chega Mais vai mudar, mas calma: jornal na hora do almoço não vem agora

Revista eletrônica do SBT terá cada vez mais jornalismo

José Armando Vannucci
José Armando Vannucci - José Armando Vannucci
3 Min Read
Paulo Mathias, Michelle Barros e Regina Volpato no cenário do Chega Mais
Regina Volpato, Michelle Barros e Paulo Mathias continuam firme no comando do Chega Mais Divulgação SBT

O Chega Mais vai sim passar por ajustes, o que já acontece há um bom tempo, principalmente após chegada de Ariel Jacobowitz à sua direção. O alto comando do SBT finalmente se convenceu do que o próprio telespectador apontava. Muitos assuntos se arrastam no vídeo, alguns não interessam a que está em casa e o noticiário se perde entre receitas e brincadeiras. Diante desta constatação, o novo diretor tem sinal verde para as transformações e o jornalismo ganhará mais espaço.

- Continua após a publicidade -

Tudo isso está em fase de teste, mas o objetivo é concentrar o tom de revista entre 9h30 e 11h30 e dar mais espaço para o jornalismo no bloco local. Se isso realmente se concretizar, o SBT contará com quase um telejornal na hora do almoço. O antigo pedido do telespectador vai de contra o pensamento de alguns executivos, que insistem em não ter um telejornal nessa faixa como as demais emissoras.

Mas, calma. Pelo menos até dezembro nenhum telejornal será criado. O super bloco de notícias continuará como parte do Chega Mais, que preservará o trio de apresentadores. O alto comando do SBT descarta separar Michelle Barros, Regina Volpato e Paulo Mathias. Eles continuarão juntos, mas, é claro, com papéis e espaços mais definidos entre eles. Uma das ideias do SBT é acabar com a sensação no público de que há sempre alguém sobrando no papo.

- Continua após a publicidade -
Michelle Barros, Regina Volpato e Paulo Mathias no cenário do Chega Mais

Reação lenta

Desde que entrou no ar em março deste ano, o Chega Mais tem resultados abaixo do que a emissora costumava marcar nesta faixa. Essa queda era prevista pelos executivos, afinal houve uma profunda mudança na concepção de grade. Mas, a reação numa velocidade baixa assustou a muitos no SBT. Recentemente, aqui no Blog do Vannucci, você soube que, desde sua estreia, o Chega Mais derrubou em 30% a média do Mercado Nacional. Desde março, a revista eletrônica marca 1,6 pontos no PNT. Nos 65 dias anteriores à sua estreia, o SBT registrava nessa faixa 2,2 pontos.

O fato é que distribuir melhor as funções de cada apresentador e apostar em notícias factuais funcionará bem. Tenho dito, desde o ano passado, que este é o caminho para uma revista eletrônica. Infelizmente, a concepção do projeto olhou mais para o artístico do que para o conteúdo. Mas, ainda está na hora de mudar esse cenário.

- Continua após a publicidade -

LEIA MAIS

Globo, Record, SBT e digital: Quem perdeu audiência em 2024?

- Continua após a publicidade -

Youtube avança entre os grandes serviços de streaming dos EUA

Compartilhe essa publicação
Comentários

Deixe uma resposta